Instagram

Resenha ::: Teardrop

Gente, não comprem livros só por que eles tem uma capa bonita, sério. Já encontrei livros maravilhooosos com capas bem sem graças, e já achei livros com capas maravilhosas um tédio total, o que foi mais ou menos o caso de Teardrop, o primeiro livro da nova trilogia escrita pela Lauren Kate, autora da série Fallen. Eu li alguns livros da série e confesso que curti bastante, mas não cheguei a morrer de amores, e Teardrop não me impressionou nem um pouco, vamos a resenha :

"Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez á mãe – a de nunca chorar – se torna quase impossível, até conhecer Ander. Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado ás suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d’água um continente inteiro. Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou."

Teardrop não tem uma resenha muito objetiva, então peguei o livro meio as cegas, e só fui descobrindo o verdadeiro desfecho da história conforme a leitura foi passando, que eu achei meio cansativa e chata no início. Ele fala sobre Eureka, uma garota mentalmente afetada pela morte da mãe, que depois do terrível acidente que quase a matou, decidiu que não viveria mais. Eureka é uma personagem melancólica e bem chata, toda a amargura dela foi bem pensada e é intensa, o que eu acredito que tenha sido proposital, mas mesmo assim, tem uma hora que você cansa da garota mal humorada o tempo inteiro. O livro se arrasta um pouco até a chegada da herança de Eureka, quatro artefatos misteriosos que não fazem o menor sentindo. Aos poucos a garota vai descobrindo o significado de cada um, e desvendando as palavras do misterioso livro que a mãe sempre lia. Mas vamos lembrar que Lauren Kate não é Lauren Kate se não tivesse um triângulo amoroso... Dentre toda essa merda que acontece na vida de Eureka, ela ainda confia nos seus dois melhores amigos, e um deles é Brooks, que com toda certeza é irritante, mas é muito mais interessante do que Ander, o garoto misterioso que fica aparecendo e desaparecendo na vida de Eureka. O choro passa a ser uma coisa meio sem sentido no início, mas com o passar da história você vai conhecendo mais a mãe de Eureka, mesmo que de longe, e seus motivos para não deixar a garota chorar. 

Em geral, tem uma história muito boa e interessante, me deixou com vontade de ler o segundo livro, que parece ser bem mais animado que o primeiro, já que serviu mais pra adaptação da história, personagens e etc. O livro foi publicado aqui no Brasil pela Galera Record e tem umas 332 páginas. Vale a pena pra quem tem paciência de esperar o enredo ficar mais interessante, coisa que só acontece lá para a metade do livro. De qualquer forma, quando cheguei nas últimas páginas tive que terminar no exato momento, por que me surpreendeu bastante, da maneira positiva. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog da Beca - 2016. Programação por : Beautée Store. Tecnologia do Blogger. Subindo... imagem-logo