Instagram

Resenha ::: Cidades de papel - John Green

 Cidades de Papel 
 John Green
 Intrínseca
 366 páginas
 Romance 

Nota : 

Sinopse : Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. 


 Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

Minha opinião : Por esse ter sido um dos livros que comprei lá no bienal, devorei ele bem rápido. O livro é maravilhoso, tem uma leitura bem leve e divertida, sem contar que a forma como o John Green escreve não consegue nos fazer parar de ler. Ela te envolve tão rápido e cada capítulo deixa um gostinho de quero mais, fazendo com que nunca dê vontade de parar a leitura. Todos os personagens são únicos e divertidos, inclusive o personagem principal, que mesmo parecendo um chato a princípio, mostra ser um garoto divertido e interessante com o decorrer da história. O livro só não ganhou cinco corações por causa do final, não posso dar spoilers, mas admito que fiquei um pouco decepcionada com o final que Green deu, sabe por que? Por que ele não tem nenhuma continuação, e o final é tão misterioso, impactante e chocante quanto o livro inteiro. Se você quer algo pra ler rápido, não vai conseguir nem querer desgrudar desse livro, que sempre deixa uma pegada de mistério no ar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog da Beca - 2016. Programação por : Beautée Store. Tecnologia do Blogger. Subindo... imagem-logo