Instagram

Resenha ::: As Cores do Mal

Estava doida para terminar esse livro, só pra trazer resenha pra vocês. Comprei ele junto com torpedo e confesso que no inicio não estava tão animada assim, nem mesmo fazia uma ideia funda da história. Acabou que o livro me surpreendeu bastante e já estou super ansiosa pela continuação. O livro foi escrito por Jennifer Lynn Barnes quando tinha 19 anos, e foi publicado aqui no Brasil pela editora Rocco

Felicity nunca imaginaria viver outra realidade se não a de sua vida quase perfeita na Califórnia, onde ela tinha amigos e até o garoto por quem era apaixonada, seu melhor amigo desde a infância. E principalmente, onde não era uma "renegada" na escola. Nome nada agradável que os populares, que se auto-intitulavam de dourados davam as pessoas que não tinham aptidão nenhuma para ser descolada. 

"Na escola Emory há dois tipos de pessoas :
Aquelas que importam...
E as que não importam."

Lissy não podia culpar seus jeans velhos e as camisetas largas pela fama na nova escola, o buraco era muito mais em baixo. Sua família vinha de uma linhagem de mulheres com habilidades especiais, chamadas de "visões", descendentes de uma poderosa vidente. Lissy podia ver a aura das pessoas, o que correspondiam ao seu temperamento e suas mudanças de humor. Como se não bastasse o novo status de esquisita na escola, a garota ainda tinha que lidar com a evolução de sua visão, e o misterioso professor que carregava consigo a pior aura de todas, chamada de Garn por Lissy quando a mesma era bem pequena. Mas quem desconfiaria do charmoso professor de matemática que fazia sucesso entre as alunas? 

De inicio achei o livro bem rasinho, os acontecimentos se arrastavam na narração, enquanto cronologicamente tudo acontecia bem rápido. Se o livro inteiro se passou em duas semanas, foi muito. Como vocês sabem eu amo esses livros adolescentes, e o livro tem bastante foco nessa coisa de hierarquia social, bem coisa de ensino médio americano mesmo. Mas como disse lá em cima, o livro me surpreendeu bastante, a história da família de Lissy é bem interessante e eu acredito que pode ser aprofundada nos próximos livros da série. Os personagens são bem Ok, a mais interessante de toda a história é a Lilah, rainha da escola e "prima" de Lissy, que apesar de ter uma grande importância na história, não teve o motivo disso explicado nos livros, o que ficou meio vago. Acredito que isso vai ser preenchido no próximo livro da série, Platinum, narrado pelo ponto de vista da dourada. 

Outra personagem que eu gostei bastante é a irmã de Lissy, Lexie. Sempre tão contente, a garota é um pouco frustrada por não ter desenvolvido ainda sua visão, com seus treze anos de idade. No início do livro ela parece meio boba, aquela encheção de linguiça meio básica e dá a entender que ela vai ser meio peste, mas ela tem um papel importantíssimo na história, o que leva a parecer que ela tem muito mais do que seus treze anos de idade. 

Na minha opinião valeu muito a pena a leitura, e o final me deixou com muita curiosidade de ler o próximo livro, ainda mais para ver a história do ponto de vista de Lilah, uma dourada. Falando a verdade? Eu não aguentava mais as presepadas da Felicity, que parecia ser a mestra em pagar mico na frente dos outros. Confesso que ri bastante enquanto lia, tem situações que são incrivelmente cômicas, e os amigos de Lissy tornam tudo menos pior para a garota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog da Beca - 2016. Programação por : Beautée Store. Tecnologia do Blogger. Subindo... imagem-logo