Instagram

Resenha ::: A Herdeira

Já comentei aqui no blog que não suportava mais a América no segundo livro da trilogia A Seleção, que recentemente ganhou um quarto livro que, acredite se quiser, me deixou muito mais curiosa com a história do que a trilogia da América. Primeiro por se tratar de um livro com um estilo diferente, personagens diferentes, e uma dinâmica que eu ainda não havia visto. 

Na trama Eadlyn e Ahren são irmãos gêmeos filhos de um dos casais mais queridos da literatura juvenil, América e Maxon. Depois da coroação do príncipe Maxon como rei, houveram várias alterações em Iléa para combater a desigualdade das castas, até estas serem removidas completamente. As medidas tomadas funcionaram por algum tempo, mas como o preconceito que rondava Iléya era uma questão cultural, várias pessoas se revoltaram por não conseguirem arrumar empregos, ainda vivendo sob a sombra das castas, e a "revolta" contra a monarquia ia se levantando pouco a pouco. No meio disso tudo há Eadlyn, uma garota muito irritante que você de primeira vai, com toda certeza odiar. Depois de seu nascimento houve uma mudança nas regras, pois seus pais não acharam justo com a filha perder o direito a governar o reino só por que era uma garota, e a criaram para ser a rainha que seu país precisava. No meio da faísca que prometia acender uma fogueira imensa, uma decisão foi tomada : A seleção que havia sido extinguida após o casamento de seus pais, voltaria como uma medida de desespero para distrair a população, e Eadlyn seria o maior prêmio. Agora 35 garotos competem pela mão da futura rainha de Iléa, que não suporta a ideia de ser comandada por alguém. 

Achei um livro um pouco menos maduro quando os outros três, a escrita parece ter regredido um pouco, ficando mais breve e pouco profunda, talvez por ser narrado por uma garota de dezoito anos. Eadlyn de início é muito irritante, ela deixa claro para tudo e todos que é o centro do universo, e que só por que vai governar um reino é a pessoa mais poderosa do mundo. Isso só para de te irritar quando ela começa a quebrar a cara. 

Os personagens são meio vagos, não percebi muita profundidade e as coisas aconteceram um pouco rápido de mais. De primeira ela estava disposta a fazer todos os selecionados saírem correndo, e algumas páginas depois... Bom, vão ler. Tem romance? Tem sim, uma quantidade considerável, e não só com um garoto. A Eadlyn quer, na verdade carregar o mundo todo nas costas, e não suporta a ideia de ter alguém ao seu lado para controlar a sua vida. Nessa seleção nós vemos pessoas totalmente diferentes, alguns garotos muito idiotas e interesseiros, e outros tão fofos que fica até difícil escolher o preferido. 

Nele nos vemos Marlee, Lucy, América, Maxon e May, mas são participações pequenas, o maior foco é na vida conturbada da princesa. Confesso que me identifiquei em alguns pontos com ela, que é persistente no que quer e muito teimosa, sem contar o orgulho fora do comum. Apesar de tudo isso, você percebe claramente o amor que ela sente pelos seus pais, mesmo havendo momentos de egoísmo. O livro é bom se você quer uma história divertida pra ler, e é capaz sim de se apaixonar. Eu quero muito ler a continuação mas não é nada que me faça morrer pelo próximo livro, mas confesso que o final me deixou bem curiosa. 

Se a proposta da Kiera era fazer um livro não tão trabalhado para ver a aceitação das pessoas, ela conseguiu. A história é boa e você fica realmente na dúvida sobre quem ela vai escolher, mesmo sabendo quem ela realmente gosta de beijar. Alguns personagens também servem para dar uma graça a mais a história, como a Josie que é completamente irritante e a Camille, que é uma fofa. Os 3 irmãos da Eadlyn também são uma parte bem interessante na história, principalmente o Ahren. Alguns selecionados te dão vontade de jogar o livro contra a parede, enquanto uns fazem você querer instantaneamente tirar de dentro do livro. 

Minhas apostas vão para : Erik, Ean, Kile e Hale. <3 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog da Beca - 2016. Programação por : Beautée Store. Tecnologia do Blogger. Subindo... imagem-logo