Instagram

Atrás das coxias


Fuçando um dos inúmeros grupos de ballet do facebook, vi uma postagem interessante sobre um depoimento polêmico de uma bailarina chamada Claudia Carvalho. Vi esse post no blog Meia-Ponta e achei interessante compartilhar com vocês.

Não vi a rivalidade entre as bailarinas depois que entrei para o Ballet, mas sim muito antes enquanto visitava uma das academias mais caras da minha cidade, não vou entrar em detalhes quanto a isso, voltando ao assunto. Desde o filme Cisne Negro todos sabem que a rivalidade quase mortal das bailarinas de uma grande companhia, e até mesmo de algumas escolas amadoras. O filme aborda tudo isso de uma forma bem realista, mas muitos não levaram tão a sério. Depois de ver essa postagem eu fiquei horrorizada, nunca imaginei que uma dança que trás amor para tantas pessoas despertaria esse ódio extremo em algumas bailarinas

"(...) presenciei algumas vezes o uso de cocaína antes de entrar em cena. Se tivesse exame antidopping no balé, não haveria mais espetáculos"

 "A vida em turnê também é dura, há muita promiscuidade, assédios dos coreógrafos (...) O resultado é tensão, corações partidos e muitas bailarinas lésbicas por conta da solidão em longas turnês"

 "Certa vez, notei algo estranho ao calçar minhas sapatilhas, antes de entrar em cena num ballet em que era a protagonista. Elas estavam lotadas de taxinhas! Fiquei paralisada de terror!"

Eu realmente não entendo como uma pessoa consegue chegar a esse ponto, no filme Cisne Negro vemos coisas parecidas como o assedio dos coreógrafos entre outros, mas como todo filme, por mais que retrate a realidade, as pessoas custam a acreditar. É claro que nem todos os espetáculos são assim, como a própria Carol disse em seu post, não devemos levar isso como verdade absoluta, mas também não podemos fingir que não acontece, por que está bem na nossa cara. 

Vi alguns comentários que foram contra a ideia da Carol a compartilhar essa notícia em seu blog, e eu discordo. Por mais que tenham crianças e adolescentes lendo (como eu), qualquer um que tenha vontade de se tornar uma bailarina profissional, tem que saber encarar os horrores da vida, por que essas atrocidades não acontecem somente no ballet, ou vocês nunca pararam pra notar o padrão dos filmes da Disney? A malvada sempre sabota a protagonista, é uma realidade que vemos o tempo inteiro, só não damos tamanha importância. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog da Beca - 2016. Programação por : Beautée Store. Tecnologia do Blogger. Subindo... imagem-logo